O que é dólar turismo?

Posts
recentes
dólar turismo

Dólar turismo: entenda o que significa e como funciona essa moeda

A moeda dos Estados Unidos, o dólar, é a moeda mais utilizada em transações no mundo todo e por isso, tem comparação e diferentes taxas de câmbio. Uma delas é o dólar turismo, o qual é diferente do dólar comercial. 

Mas, afinal, para que serve o dólar turismo e qual é a sua diferença em relação ao dólar comercial, o qual geralmente tem sua cotação transmitida nos jornais e veículos de comunicação?

 Vamos falar sobre o dólar turismo, sua utilidade e como funciona esse tipo de câmbio. Confira! 

dólar turismo

Se você quer entender tudo sobre dinheiro, acesse o blog Meu Portal Financeiro. Lá você vai encontrar tudo o que precisa para entender sobre o mundo das finanças.

O que é dólar turismo? 

Dólar é a modalidade de dólar para quem vai viajar e comprar o dólar em casas de câmbio. Além disso, o dólar turismo é usado para compras em cartões de crédito e demais transações comuns entre pessoas que utilizam a moeda. 

Portanto, a cotação do dólar turismo costuma ser mais alta do que a cotação do dólar comercial. A diferença é que no dólar comercial, não se utiliza a moeda em espécie e no dólar turismo, visto que ele é negociado nas casas de câmbio, em espécie. 

Assim, a cotação do dólar turismo é usada nas casas de câmbio. Já o dólar comercial tem sua cotação utilizada pelo Banco Central. 

Por que o dólar turismo é mais caro que o dólar comercial? 

No caso do dólar comercial, a cotação envolve apenas transações bancárias, mas sem a necessidade de ter a moeda em espécie disponível.
Assim, as casas de câmbio precisam ter muito espaço para armazenar a moeda em espécie e mantê-la em segurança. 

Por isso, as casas de câmbio têm custos elevados não só com a manutenção desse espaço, como também com a contratação de empresas de segurança e apólices de seguro, por exemplo. Isso tudo acaba encarecendo a cotação da moeda. 

O que determina a cotação do dólar turismo? 

Assim como a cotação do dólar comercial, diversos fatores influenciam a cotação do dólar turismo.

A instabilidade econômica e política influenciam diretamente a cotação do dólar no Brasil. Basta ver que quando há alguma “bomba política” explodindo em Brasília, a cotação do dólar varia praticamente instantaneamente. 

Mas, especificamente no caso do dólar turismo, alguns fatores têm efeito direto na cotação. A começar pela taxa de juros, a lei de oferta e procura, bem como o gasto de turistas no exterior. 

Histórico da cotação do dólar turismo 

Para se ter uma ideia, no início do Plano Real em 1994, a cotação do dólar turismo chegou a R$1. Isso porque com o início do Plano Real, houve queda drástica da inflação, o que organizou a economia e permitiu ao brasileiro, inclusive, fazer viagens ao exterior com mais facilidade. 

Na data de hoje (30 de março de 2022), o dólar turismo está cotado a R$ 4,774. Mas, há 6 meses, essa cotação chegou a R$ 5,801 em 1 de Novembro de 2021. 

Com isso, pode-se observar que o dólar turismo, bem como o dólar comercial apresenta tendência de queda, conforme visto nos últimos meses.  

No dia 24 de março de 2022, o dólar turismo finalmente rompeu a barreira dos R$5,00, chegando a cair para valores inferiores. Desde então, a cotação sempre esteve acima dos R$ 5,00. 

Como efetuar a compra de dólar turismo? 

Se você pretende viajar para o exterior ou quer investir em dólar em espécie, comprar dólar turismo torna-se importante. 

Mas, vale lembrar que você pode, ao invés de comprar a moeda em espécie, investir em empresas no exterior, em dólar. Atualmente, tanto corretoras quanto bancos digitais permitem que você invista em ações e fundos de investimento em dólar. 

Para esse tipo de investimento, realizado nas plataformas digitais, a cotação do dólar utilizado é a do dólar comercial. 

Porém, para quem quer ter dólar em espécie para viajar ou guardar em cofres, você deve ir até uma casa de câmbio na sua cidade e solicitar a quantidade de dólar desejada. 

Será necessário apresentar documento contendo seu CPF para realizar a compra da moeda em espécie. Geralmente, a casa de câmbio também cobra uma taxa pela transação. Portanto, o valor da cotação não será somente o que você pagará para adquirir a moeda. 

Além disso, você também pagará IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), que é 1,1% sobre o valor total da moeda adquirida. 

Vale lembrar também que mesmo para quem vai viajar há outras formas de levar dinheiro, como saldo no cartão de crédito pré-pago, ou mesmo traveller’s check, para não correr o risco de viajar com moeda em espécie. 

Essas outras opções de adquirir dólar para viajar também têm incidência de IOF. No caso do cartão pré-pago, a taxa de IOF é de 6,38% sobre o valor de carga colocado no cartão. E para quem deseja realizar o gasto direto no cartão de crédito, o valor da taxa de IOF é de 6,38% sobre o valor de cada compra realizada. 

Pense e avalie qual é a melhor opção para você, caso vá viajar.